Google+ Repressão em BH e bravatas de Aécio em manifestação

quarta-feira, 19 de junho de 2013

Repressão em BH e bravatas de Aécio em manifestação

“O governador Antônio Anastasia (PSDB-MG) deixou seu tutor, Aécio Neves, pendurado na brocha. Pelo Facebook, o cambaleante presidenciável tucano tentou se aproveitar dos protestos contra o aumento das tarifas para fazer demagogia. Famoso por sua truculência, ele elogiou os manifestantes. "São brasileiros que enviam um recado à sociedade, em especial, aos governantes, e que precisam ser escutados", escreveu. Na sequência, a PM tucana de Minas Gerais reprimiu com violência o protesto no centro de Belo Horizonte.
Segundo reportagem do UOL, "cerca de 15 mil manifestantes que marchavam em direção ao Mineirão, em Belo Horizonte, no fim da tarde desta segunda-feira, foram parados em um bloqueio da Polícia Militar na avenida Presidente Antonio Carlos, a cerca de 200 metros da entrada da UFMG (Universidade Federal de MG)". A PM disparou balas de borracha e lançou bombas de gás. Pelo menos um ativista foi preso.
Em outro ponto da capital mineira, "homens da PM chegaram por trás e jogaram bombas de efeito moral. O grupo se dispersou e a polícia alvejou os manifestantes com balas de borracha a curta distância - um a cinco metros de distância. O estudante de geografia Gabriel Teles, 19, estava sentado no chão com uma faixa de protesto contra o aumento da tarifa e foi agredido por golpes de cassetete. Um grupo de moradores de um prédio saiu pela janela e começou a gritar palavras de ordem contra a PM, classificada como 'covarde'".
Os professores de Minas Gerais e os trabalhadores de outras categorias, que já apanharam muita da polícia tucana do estado, já conhecem a conversa fiada do cambaleante presidenciável tucano. Ela tenta se travestir de democrata, mas não tolera qualquer protesto social. Aécio Neves também adora bravatear em defesa da liberdade de expressão, mas controla como um ditador a mídia local. Ele deveria avisar o seu filhote no governo estadual antes de escrever bravatas pelo Facebook.”
Altamiro Borges

Polícia Civil se junta a manifestantes em BH e alerta turistas sobre falta de segurança

Cerca de 12 mil manifestantes se reuniram, no início da tarde desta segunda-feira (17), na praça Sete, região Central de Belo Horizonte, e protestam contra o preço das passagens de ônibus, os gastos com as Copas do Mundo e a repressão. 
Membros da Polícia Civil de Minas Gerais se juntaram ao grupo, com mensagens surpreendentes escritas em diferentes idiomas.
Turista, em Minas Gerais você não está seguro culpa de Aécio Neves
Foto: Reprodução/ Facebook Bruno Rabelo
“Tourist, in Minas Gerais State we cannot ensure your safety! The police is scrapped!”, que na tradução livre significa: “Turista, em Minas Gerais nós não podemos garantir a sua segurança. A polícia está sucateada” e  ”Turista. En Minas Gerais usted no está seguro!!!”, em português, “Turista, em Minas Gerais você não está seguro!!!” são frases usadas pelos policiais.
Foto: Reprodução/ Facebook
No BHAZ via Contexto Livre

2 comentários:

Anônimo disse...

No interior de Minas Gerais ouvimos pelas rádios as mentiras e invenções (imaginárias) do Senhoriz das Neves. Mas o povo mineiro ainda precisa saber mais. Assim como o Novo Jornal que "supostamente fechado pela força militar sob comando do governador. Veja no link: CVM investiga sumiço de R$ 3,5 bilhões no balanço da COPASA: http://www.novojornal.com/politica/noticia/cvm-investiga-sumico-de-3-5-bilhoes-no-balanco-da-copasa-03-01-2013.html.
APOIO O SEU BLOG. Os mineiros não merecem serem usados por carniceiros políticos. BASTA!
Rogério-MG

Frank Edwards disse...

Por favor, o pessoal do PSDB-MG diz que este processo do desvio de R$ 3,5 bilhões é mentira porque outros governadores fazem isso em seus estados. Alguém pode me dizer se isto é verdade ou se o o caso do Aécio é diferente dos demais Estados da Federação?

Postar um comentário