Google+ A covardia de Aécio Neves contra pacientes do SUS: promete acabar com o Mais Médicos

terça-feira, 5 de agosto de 2014

A covardia de Aécio Neves contra pacientes do SUS: promete acabar com o Mais Médicos

Comentar a postagem
UTI Neo Natal privada no Rio de Janeiro onde gêmeos de Aécio Neves ficaram, provavelmente às custas do plano de saúde do Senado, pago com dinheiro público. Com acesso a tudo isso, é muita covardia negar pelo menos um médico para a população que depende do SUS
UTI Neo Natal privada no Rio de Janeiro onde gêmeos de Aécio Neves ficaram, provavelmente às custas do plano de saúde do Senado, pago com dinheiro público. Com acesso a tudo isso, é muita covardia negar pelo menos um médico para a população que depende do SUS
Aécio Neves (PSDB) nasceu em berço de outro, tem uma herança milionária, inclusive construída com apropriação de bens que eram do Estado de Minas como é o caso de uma fazenda no município de Montezuma. O tucano mora em um dos endereços mais caros do mundo, e tem dinheiro para ter acesso aos mais renomados médicos.
Como se não bastasse é senador e, por isso, tem o plano de saúde do Senado de fazer inveja a milionários, e que paga todas as despesas médicas imagináveis com dinheiro público.
Com tudo isso, recentemente a mulher dele teve gêmeos prematuros e foi atendida em uma das melhores e mais luxuosas maternidades do Rio de Janeiro, provavelmente pago pelo Senado. Tudo de bom aos bebês e a mãe, que não tem culpa da covardia de Aécio contra quem não tem a oportunidade de ter esse atendimento médico. 
Refiro-me a covardia, porque hoje o tucano acabou de dizer que vai acabar com o programa Mais Médicos. 
Essa proposta indecente é a maior covardia contra 50 milhões de brasileiros que dependem do SUS, que não tinham médicos, passaram a ter agora com o Mais Médicos, e Aécio diz que vai acabar, no máximo em três anos, se for eleito.
Acontece que o Mais Médicos é um programa de longo prazo, e é impossível substituir todos os médicos estrangeiros em três anos. O programa feito pela presidenta Dilma inclui a abertura de escolas de Medicina no Brasil, muitas no interior, para formar mais médicos brasileiros. Mas um curso de medicina demora 6 anos, mais dois anos de residência, e ainda há o tempo necessário para abrir e estruturar todos os cursos em cidades que não possuem.
Até para fazer demagogia e politicagem tem limites. Aécio está ultrapassando o limite da repugnância.
Dos Amigos do Lula

2 comentários:

claudia martins disse...

Muito boa a matéria. repassei para todos os meus contatos!

Jardineiro Sr.Jardim disse...

Interessante o seu ponto de vista. Terei em consideração de futuro suas ideias, obrigado.

Postar um comentário